47 9 9639 6718

atendimento@liderancamoderna.com.br

Blog

06

Abr 22

Consequências de colaboradores DEMITIDOS que se sentiram Injustiçados

0 Comentários

Consequências de colaboradores DEMITIDOS que se sentiram Injustiçados

 

Você já deve ter visto, ou ouvido falar em alguém que foi demitido e saiu de mal com a empresa, né? Talvez até você já tenha passado por essa situação enquanto Líder ou Gestor. 
Muitas vezes a empresa precisa tomar decisões importantes, que impactam diretamente na equipe. Como, por exemplo, desligar aqueles colaboradores que tem os salários mais altos para preservar a vida financeira da empresa, ou ainda, porque houve algum conflito interno, ou questões imorais, entre muitos. Pode até acontecer, até mesmo, uma interpretação injusta que pode levar a uma demissão. 
Mas vem cá, você sabia que esse colaborador dispensado, principalmente se saiu com mágoa ou rancor, em termos sistêmicos, continua ligado fortemente a egrégora ou no campo energético da empresa?  
A inteligência sistêmica, que são as inteligências dos campos, traz uma forma especial de entender as relações e as forças inconscientes que regem processos, organizações, fenômenos e outras interações complexas. Segundo essa visão, para qualquer decisão, é importante decidir considerando o melhor para o TODO e não só o que é conveniente. Afinal, por mais que não se tenha consciência, cada ato impacta em muitos elementos desse TODO. 
Tá, mas qual o impacto desse colaborador que já foi desligado e continua “fazendo parte” desse sistema? 
Muitas vezes, aqueles colaboradores que permanecem, inconscientemente, passam a revelar sentimentos de culpa e se sentindo solidários em relação a aquele que foi demitido. E isso faz com que a performance desses colaboradores diminua, além de gerar um clima negativo no ambiente e queda de resultados. 
Então, qual a saída pra isso?
Jamais forçar a barra, avacalhando, a fim de que o colaborador peça sua saída.  Buscar reconhecer a importância que o colaborador teve na organização, e se possível, externar. Ter muito respeito no processo. Usar de transparência, inclusive para quem ficou. 
Gratidão e reconhecimento são chaves para muitas curas nos sistemas. 
Uma das formas de reconhecimento é, se possível, contribuir para a recolocação desse colaborador no mercado. Sempre revelar a melhor parte dele. Se não foi útil na sua empresa talvez seja na outra, pois, faz sentido que, muitas vezes cada um reage conforme as forças insconscientes daquele local? 
A exemplo disso, apresentamos a empresa Southwest Airlines, que, em processos de aquisição de uma nova companhia por exemplo, aqueles colaboradores que serão dispensados, devido a nova reorganização, eles próprios se encarregam de contribuir na recolocação desse profissional em outra organização. em outro local. Talvez por essas e outras atitudes internas, a Southwest é um case de grande sucesso, insuperável. 
Assim, foi possível compreender a importância de fazer o corte, quando necessário, de uma maneira muito respeitosa e com muita humanidade, independente da motivação para essa ação. Dessa forma, todos saem ganhando.

 

Silvana Macedo

Comentar

Endereço:

Rua Rodrigues Alves, 165. Edifício Quartzo, sala 603 

Brusque - SC

Fone: 47 3044 4749

WhatsApp: 47 9 9639 6718

WhatsApp: 47 9 9937-4595 (Tim) 

www.liderancamoderna.com.br

 

© 2015 - Todos os direitos reservados - Instituto Liderança Moderna. Desenvolvido por Ydeal Tecnologia